quinta-feira, 26 de março de 2015

Poesia sem rima

Mostrei um poema à minha prima e, após um rápido passar-de-olhos, ela sentenciou:
Não tem rima!
Foi um choque pra mim – não por causa da opinião em si, afinal, minha prima nunca nem ouviu falar em Mário Quintana, mas pelo fato de que o senso comum pudesse pensar do mesmo jeito.
poesia se divorciou da rima a mais de cem anos, com o advento do Modernismo; Manuel Bandeira, em um de seus célebres poemas, disse “estou farto do lirismo que não é libertação”; depois veio o Concretismo e seus desdobramentos e o poema tornou-se processo; a obra “Unir”, de Walter Carvalho, por exemplo, não possui sequer uma letra:


Hoje a poesia é tudo isso e muito mais, apesar de o senso comum desqualificá-la implacavelmente – rimas e sentimentalidades são o fardo que os poetas carregam, são o preço que os poetas pagam num mundo que só entende de carros e só pensa em dinheiro. Porca miséria! abri o jornal e fui ler. Dei de cara com um poema intitulado “Esperança”, de Letícia Mariano:

Olhe à sua volta,
Abra os olhos,
Perceba as sombras...

Acenda as luzes...
Observe o que está
Sendo feito
Em nosso Planeta!

Imagine um
Pôr do sol
Belo de se ver...

Deixe as luzes
Trazerem esperanças...

Os mares,
Os peixes,
A grama,
O trigo...
Tudo é vida!

Mais uma vez,
Olhe ao redor...
O quadro de escuridão
Se modifica...
Um mundo sem sombras,
Banhado de amor!

- Alegorias do inferno! – sentenciei.
Eu o teria escrito em bem menas linhas.

Olhe à sua volta,
Abra os olhos,
Perceba as sombras...
Os mares,
Os peixes,
A grama,
O trigo...
Tudo é vida!

[Poema extraído do Jornal Zero Hora – edição de 19 de março de 2015, pág.44]

3 comentários:

  1. Como diria a Geração Mimeógrafo: "Um poeta não se faz com versos - a atitude do poeta como parte do poema também é fundamental".

    (Só escrever não basta).

    (Escrever é a ponta do iceberg).

    ResponderExcluir
  2. Não sei se por coincidência ou não, este é o meu primeiro livro :) http://eduzz.com/curso/YjNT/.html?d=124171
    Poesia sem rima,rima sem poesia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dei uma olhada na página, muito bacana! A poesia é algo tão raro hoje em dia... você vai numa livraria e os únicos poetas que encontra são os antigos, há pouca renovação. Acho que pelo fato do gênero ser pouco vendável, sendo assim, eu comparo o poeta da nossa época a um herói. Parabéns pela iniciativa.

      Excluir